segunda-feira, 10 de maio de 2010

Visitando o blog da personal stylist VANESSA VERSIANI, vi esta matéria que achei super interessante:

Tricô

O frio começa a aparecer e me lembro dele, um clássico de inverno (que também é ótimo para usar no verão, com os fios certos, fresquinhos e coloridos).
Com diferentes texturas, com fios os mais diversos, o tricô em si nunca sai de moda. Mudam-se as cores, as modelagens, mas sempre o vemos nas vitrines, principalmente no inverno.
Marcas como as mineiras Patachou, Coven e Faven e a paranaense Lafort construíram seus nomes tendo o tricô como uma de suas bases.
Boleros, coletes, cachecóis, luvas e polainas podem ser ótimos complementos para dias não muito frios, sendo úteis para mudar um pouco a cara do look, tirando a monotonia.
Mas o tricô também pode ser usado em camisas, camisetas, cardigãs, suéteres, vestidos, calças, blazers, casacos…. no guarda-roupa inteiro! Até sapatos em tricô eu já vi por aí (e não falo de sapatinhos de bebê, mas botas para adultos, tanto totalmente forradas de tricô ou com detalhes em tricô, como se fosse uma ankle boot e uma polaina).
Deve-se saber usar. Como geralmente o caimento do tricô não é estruturado, pode marcar gordurinhas em quem está acima do peso, dependendo da modelagem utilizada. Mas também pode disfarçar bem o sobrepeso escolhendo-se as peças certas. Para quem está em forma, peças de cortes ajustados são ótimas para valorizar o corpo.
Dependendo da trama escolhida e do tipo de fio ele pode esquentar muito, pode servir apenas para esquentar noites amenas ou ser usado no verão, em dias de calor intenso.
Para não ter erro, deve-se escolher peças que valorizem seu tipo físico e combinem com seu estilo, com sua identidade e estejam de acordo com sua idade nas produções que irá usar.
Comprando bem e sabendo manter a peça, lavando e secando adequadamente, as roupas em tricô podem durar mais de dez anos.
Para viagens é ótimo por não amassar facilmente, dispensando o ferro de passar na maioria das vezes. Quando feito em fios grossos ocupa muito volume na mala mas há fios finos que esquentam tanto quanto os grossos.
Versáteis, tanto são encontrados em modelagens e cores modernas como também em visuais mais clássicos, podendo ser usados por pessoas de todas as idades, de ambos os sexos.
Ao encomendar peças sob medida, é bom conhecer bem o trabalho de quem fará a peça, para ver se a pessoa é ou não hábil para realizar o trabalho conforme você deseja.
As peças em tricô, como quaisquer outras, podem funcionar para diversas idades e estilos dependendo da produção que é feita. Assim, uma mesma peça pode ser usada por pai e filho mesmo que tenham estilos totalmente diferentes, mudando-se as outras peças que vão compor o look.
Para quem vive em regiões quentes, os tricôs de tramas mais finas de lã e os tricôs em linha são ótimos. Os em linha podem ser usados mesmo em dias quentes, dependendo do modelo utilizado e do fio que é feito.
Aproveite que as peças de outono/inverno estão nas lojas e adquira peças diferenciadas, que possam dar uma cara nova ao seu guarda-roupa, atualizando-o com algo que poderá ser usado por muito tempo, que combine com seu jeito, seu estilo de vida e valorize seu tipo físico.
Para quem gosta de estar sempre elegante e bem vestido e prefere ter um visual diferenciado, o melhor momento para rever o guarda-roupa é agora. As tendências fortes da estação já estão nas vitrines e um bom profissional sabe identificar as peças que cairão no gosto comum e as que continuarão sendo usadas apenas por um público mais selecionado.
Faça contato e agende sua entrevista. Tenha um guarda-roupa elegante e renovado neste inverno.

Att.
Vanessa Versiani
Personal Stylist
vanessaversiani@yahoo.com.br
(41)9669-8558 (Caso eu não atenda, envie um e-mail ou ligue novamente em outro horário)

terça-feira, 4 de maio de 2010

TENHAM PERSEVERANÇA
Quando imaginamos uma máquina de tricô, pensamos em rapidez, e ganhar muito dinheiro. É importante escolher uma máquina ideal, marca e o retorno que a mesma lhe dará. Não comprar a mais barata, só pelo preço. Olhar o desempenho e resultado. Fazer um curso bem feito de manejo para não desanimar depois de adquirida.

A confecção de uma peça requer muita atenção e cuidados. Precisamos olhar uma peça, um modelo bonito e pensar: o que preciso para fazer este modelo? Que tipo de linha ou lã devo usar? E o mais importante: quantos pontos devo colocar na máquina para confeccionar este modelo? Precisamos aprender confeccionar, saber responder a essas perguntas sozinha e não seguir receitas prontas. Receitas são boas, mas dá diferença entre uma máquina e outra. Não se prendam a receitas. Você é capaz de fazer QUALQUER modelo! Pense nisso!

Faça um curso de confecção. Saber fazer um esquema, pode ser um método mais antigo mas é "batata"! Se faz uma roupa do modelo e tamanho que você quer, sem um centímetro a menos ou a mais e com qualquer ponto que a máquina tiver. Portanto minhas companheiras , tenho visto muitas pessoas venderem máquinas por puro desânimo! Compram achando que, em um a dois meses estão trabalhando profissionalmente. Temos que ter paciência e muita dedicação. Nossa profissão é maravilhosa!Como ficamos felizes ao conseguir fazer um modelo que a principio achamos quase impossível! É possível!
Temos que ter perseverança!

Meu conhecimento é limitado, mas minha perseverança é ampla e é a chave para expansão do conhecimento. (Wannessa Reis)
"Tudo o que um sonho precisa para ser realizado é alguém que acredite que ele possa ser realizado." (Roberto Shinyashiki)

BREVE : DICAS DE CONFECÇÃO no blog